MACAU COMO ACTOR DESPORTIVO DO ‘MUNDO LUSÓFONO’. “QUATRO CONTINENTES, UM IDIOMA, UNIDOS PELO DESPORTO”

Autores/as

  • Dra. Célia Gouveia

Resumen

O artigo analisa o desenvolvimento e uso estratégico de eventos desportivos na sua intrincada
natureza política e diplomática, especialmente quando dirigidos ao aprofundamento da cooperação
entre países. Aborda os I Jogos da Lusofonia como estudo de caso, evento desportivo que teve
lugar em Macau em 2006. Utilizou-se uma abordagem qualitativa, cujos instrumentos de análise se
baseiam em fontes documentais de meios de comunicação, reportagens, entrevistas, documentos
oficiais e trabalhos académicos. A interpretação dos documentos é sustentada por uma estratégia
interdisciplinar caraterizada por conceitos teóricos de diferentes campos disciplinares focados na
história, cultura e diplomacia associados ao desporto. Constatou-se que os I Jogos da Lusofonia
foram um exemplo supremo de interculturalidade ao serviço do desporto e do reforço dos laços entre
países historicamente interligados. As principais ilações conduzem-nos no sentido de que a
diplomacia desportiva pode ser um ponto de intersecção para um grupo de países e usada como
um recurso para criar legados positivos assentes na reciprocidade, que se traduzem em capital
social para o anfitrião. Constatámos, ainda, que os Jogos da Lusofonia podem ser vistos como uma
tentativa de colmatar falhas na herança histórica comum e contribuir para manter os laços culturais
dos países Lusófonos.

Publicado

2021-03-25

Número

Sección

Artículos